Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

Leishmaniose Canina

A doença Leishmaniose Canina (também chamada de Doença do Mosquito ou Doença da Picada do Mosquito), é uma doença dos cães provocada por um parasita (protozoário “Leishmania”) que é transmitido pela picada do mosquito (Flebotomo). A Leishmania (parasita) invade diversos órgãos podendo causar anemia, aumento de linfonodos, aumento de fígado, baço, atinge rins e pele, entre outros órgãos, causando lesões de diversas extensões e gravidade, e que pode levar o animal a morte.

DEVEMOS RESSALTAR QUE A DOENÇA É TRANSMITIDA DE CÃO PARA CÃO E DE CÃO PARA HOMEM APENAS PELA PICADA DO MOSQUITO INFECTADO.

A infecção acontece da seguinte maneira:

> é necessário o mosquito picar um cão infectado e ingerir o parasita (Leishmania);
> passar aproximadamente uma semana para que os parasitas (dentro do mosquito) se tornem infectantes;
> e por último esse mesmo mosquito picar um animal e/ou homem.

A Leishmania multiplica-se na medula óssea, no baço e nos gânglios linfáticos, e os sintomas são diversos, sendo que os animais doentes podem apresentar um ou mais sintomas:

> Aumento exagerado das unhas;
> Perda de peso;
> Apatia;
> Debilidade;
> Feridas de pele que não cicatrizam;
> Feridas na bordas das orelhas;
> Lesões oculares;
> Falha de pêlos ao redor dos olhos;
> Sangramento pelas narinas;
> Incordenacão.

É feito através de sorologia para detectar o parasita, punção de gânglios (linfonodos) aumentados e/ou ainda coleta de material da medula óssea.

> Com habitar crepuscular e noturno, podem ser encontrados ao redor das residências, em locais sombreados e com material orgânico (galinheiro, chiqueiro, canil, lixeira, etc) e também em seu interior;
> Uso de coleiras repelentes em animais, mais especificamente coleiras que contém em sua composição Deltametrina nas quais o Flebotomo (mosquito) é sensível;
> E a vacinação que hoje tem sido muito utilizado pelos médicos veterinários como método preventivo;
> Sendo ideal a junção da vacina mais a coleira.

Manter seu animal saudável, vacinação em dia, uso de repelente, evitar passear em locais úmidos e sombreados nas quais você não saiba se é um local livre ou não do mosquito.

“PREVENIR É A MELHOR FORMA DE AMAR SEU AUMIGUINHO!”

Informações extras sobre Leishmaniose:

Dúvida em diagnóstico:
A confirmação do diagnóstico só se dá com exame de sangue em laboratório específico. Os sintomas são claros e é preciso ficar com atenção em: feridas na pele com difícil cicatrização, descamação seca da pele, pelos quebradiços, nódulos na pele, úlceras, febre, atrofia muscular, fraqueza, anorexia, falta de apetite, vômito, diarreia, lesões oculares e sangramentos.

Vacina e leishmaniose:
A vacina é visceral, não cutânea, e confere proteção superior a 92% e já protegeu mais de 70.000 cães vacinados em todo o Brasil. É importante ressaltar que os animais vacinados apresentam resultados negativos nos kits ELISA atualmente licenciados pelo MAPA (Kit Biogene e Kit Bio-Manguinhos). O programa vacinal deve ser associado a outras medidas de controle, como combate ao inseto vetor (flebótomo), com a aplicação de inseticida no ambiente e o uso de produtos repelentes no cão.

Coleira Scalibor:
A coleira Scalibor® protege o seu cão contra flebótomos, moscas e auxilia no controle dos carrapatos e pulgas com alta eficácia. Imediatamente após a sua colocação no pescoço do cão, começa a liberação do seu princípio ativo, a Deltametrina. Este se distribui de forma rápida e uniforme pela pele do cão até atingir todo o corpo.

social

posts recentes

categorias

posts recentes

compartilhar

Prezado Cliente, obrigado por sua mensagem.

Para emergências, clique em (17) 99143-9107 ou (17) 99716-4834 (não opera com Whatsapp).

 Estes números funcionam apenas entre 23hs e 8hs em dias de semana, e entre 12hs de sábado e 8hs de segunda-feira, bem como em feriados.

Para atendimento nos demais horários, cliquem em (17) 3233-2065   ou utilize o botão de WhatsApp se desejar.

Pet Shop(17) 3222-4897 (ligação) ou (17) 99712-3103 (Whatsapp).

DRA. STTEPHANIA FERREIRA

Graduada em Medicina Veterinária pela UEL, Sttephania se especializou em Endocrinologia e Metabologia de Pequenos Animais para proporcionar aos nossos pets qualidade de vida e bem estar! 🐶🦴
Mas ela não parou por aí, continuou estudando e se aperfeiçoou em Urgência e Emergência de Pequenos AnimaisAnestesiologia Inalatória e Dermatologia. 🏥

especialidade:

Anestesiologia Inalatória, Dermatologia, Endocrinologia, Metabologia de Pequenos Animais, Urgência e Emergência de Pequenos Animais

DRA. GRASIELA TADINI BAZOTTI

GGraduada em Medicina Veterinária pela UNIRP, com mais de 10 anos de experiência em Veterinária Clínica, Cirurgia e Anestesiologia. 😷

Grasiela é a responsável pela equipe de Anestesia e Medicina Intensiva. Para proporcionar o melhor aos nossos pacientes, ela se especializou em Cirurgia e Acupuntura e fez aperfeiçoamento em Ultrassonografia e Anestesiologia. 🐩🩺🥰

especialidade:

Acupuntura, Anestesia, Clínica Médica e Cirúrgica, Ultrassonografia

Dra. doris bruder

Graduada em Medicina Veterinária pela UNESP, Dóris possui mais de 40 anos de experiência na área de Clínica Médica e Cirúrgica. 🩺

Se especializou em Oncologia, se aperfeiçoou em Eletroquimioterapia e proporciona aos nossos pacientes toda a segurança e recursos que eles precisam em momentos de aflição. 🥰

especialidade:

Clínica Médica e Cirúrgica, Eletroquimioterapia, Oncologia

Dra. patricia bruder

Graduada em Medicina Veterinária pela UNIMAR, com pós-graduação em cirurgia de cães e gatos, Patrícia se apaixonou pelos felinos e não parou de estudar. 👩🏼⚕️

Fez sua pós-graduação em Clínica e Cirurgia de Felinos e, hoje, é a responsável pelo nosso espaço especializado nos bichanos! 🐱

especialidade:

Clínica médica e cirúrgica, Felinos

Abrir bate-papo
1
Dra Doris Bruder
Olá 👋
Podemos ajudá-lo?