Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

Doença Do Carrapato Tem Tratamento E Prevenção

Esses Artrópodes nascem de ovos e podem ser encontrados em atividades durante todo o ano, mas é justamente na primavera que começam a surgir com frequência.

No período do frio é normal entrarem em hibernação. Podem hibernar por falta de condições no ambiente ou por falta de um hospedeiro e chegam a dormir por meses e até anos (2 anos), aumentando seu tempo de vida para até 3 anos.

Durante sua vida machos e fêmeas são muito parecidos e depois da fase adulta a fêmea começa a crescer muito mais, pois dentro dela há milhares de ovos.

Uma fêmea pode facilmente depositar mais de 2.000 ovos em um ambiente. Por isso é trabalhoso se livrar de uma infestação de carrapatos.

Ao presenciar carrapatos em um cão é importante saber que não se deve simplesmente puxar para arrancá-lo.

Se a cabeça ou “ferrão” ficar preso ao animal é possível ocorrer infecção.

O correto é puxar um pouco e segurar, com uma leve tensão, de preferência usando uma pinça sem corte. Aguarde uns instantes, o carrapato soltará o cachorro. Isso pode até demorar uns minutos, mas é o mais correto e seguro.

Em seguida lave a região muito bem.

Um carrapato só transmite a doença do carrapato se antes sugou sangue de outro animal, já contaminado, então há grande possibilidade de não haver risco, apenas lave para evitar infecções.

Entretanto, se o carrapato estiver contaminado poderá transmitir ao cão hospedeiro enquanto dele se alimentar.

Nesse caso a doença passará a atacar o sangue do cachorro, diminuindo os glóbulos vermelhos (protosoário – babesiose) ou os glóbulos brancos (bactéria – erliquiose).

O cão demonstrará sinais de cansaço, falta de apetite e comportamento anormal.

Um exame de sangue é necessário para detectar qualquer sinal da doença e mostrar o tratamento.

Um profissional veterinário deverá tratar o cachorro, sendo possível a necessidade de soro ou apenas medicação.

A falta de medicação urgente pode dar ao cachorro uma situação de absoluta ausência de defesa – imunidade, abrindo margem de outros doenças como a cinomose.

O tratamento é simples e de rápido controle da doença, se diagnosticado a tempo.

A prevenção é manter os carrapatos longe do cachorro.

Há 4 formas de prevenção bem eficazes, veja nos quadros abaixo. Qualquer alteração no humor ou no comportamento do seu bichinho faça um exame urgente, o tratamento é simples e rápido, se diagnosticado rapidamente.

Principais formas de Prevenção:

Coleira Carrapaticida:
É a forma mais simples de prevenção, basta colocar a coleira que ela trará uma proteção direta ao animal e ao ambiente onde ele mais permanece.

Carrapaticida Líquido:
Esse é o método simples que requer aplicação periódica, mensal por exemplo, variando conforme a marca. Basta aplicar a ampola nas costas do animal para ter tranquilidade por um período.

Shampoo Carrapaticida:
Ao encontrar carrapatos no animal é recomendável um banho com shampoo carrapaticida. Esse método é imediato e mata os carrapatos no animal em minutos. Depois é recomendável outros métodos como coleira e líquido para garantir que nenhum carrapato voltará a ele. Limpeza do ambiente é necessária.

Limpeza do Ambiente:
Carrapatos podem hibernar e surgir a qualquer momento. A limpeza do ambiente é extremamente necessária. Alguns produtos requerem que o animal e as pessoas deixem o ambiente por um tempo, pois são tóxicos. Leia a bula e peça orientação ao veterinário para melhor utilização de cada produto.

social

posts recentes

categorias

posts recentes

compartilhar

Prezado Cliente, obrigado por sua mensagem.

Para emergências, clique em (17) 99143-9107 ou (17) 99716-4834 (não opera com Whatsapp).

 Estes números funcionam apenas entre 23hs e 8hs em dias de semana, e entre 12hs de sábado e 8hs de segunda-feira, bem como em feriados.

Para atendimento nos demais horários, cliquem em (17) 3233-2065   ou utilize o botão de WhatsApp se desejar.

Pet Shop(17) 3222-4897 (ligação) ou (17) 99712-3103 (Whatsapp).

DRA. STTEPHANIA FERREIRA

Graduada em Medicina Veterinária pela UEL, Sttephania se especializou em Endocrinologia e Metabologia de Pequenos Animais para proporcionar aos nossos pets qualidade de vida e bem estar! 🐶🦴
Mas ela não parou por aí, continuou estudando e se aperfeiçoou em Urgência e Emergência de Pequenos AnimaisAnestesiologia Inalatória e Dermatologia. 🏥

especialidade:

Anestesiologia Inalatória, Dermatologia, Endocrinologia, Metabologia de Pequenos Animais, Urgência e Emergência de Pequenos Animais

DRA. GRASIELA TADINI BAZOTTI

GGraduada em Medicina Veterinária pela UNIRP, com mais de 10 anos de experiência em Veterinária Clínica, Cirurgia e Anestesiologia. 😷

Grasiela é a responsável pela equipe de Anestesia e Medicina Intensiva. Para proporcionar o melhor aos nossos pacientes, ela se especializou em Cirurgia e Acupuntura e fez aperfeiçoamento em Ultrassonografia e Anestesiologia. 🐩🩺🥰

especialidade:

Acupuntura, Anestesia, Clínica Médica e Cirúrgica, Ultrassonografia

Dra. doris bruder

Graduada em Medicina Veterinária pela UNESP, Dóris possui mais de 40 anos de experiência na área de Clínica Médica e Cirúrgica. 🩺

Se especializou em Oncologia, se aperfeiçoou em Eletroquimioterapia e proporciona aos nossos pacientes toda a segurança e recursos que eles precisam em momentos de aflição. 🥰

especialidade:

Clínica Médica e Cirúrgica, Eletroquimioterapia, Oncologia

Dra. patricia bruder

Graduada em Medicina Veterinária pela UNIMAR, com pós-graduação em cirurgia de cães e gatos, Patrícia se apaixonou pelos felinos e não parou de estudar. 👩🏼⚕️

Fez sua pós-graduação em Clínica e Cirurgia de Felinos e, hoje, é a responsável pelo nosso espaço especializado nos bichanos! 🐱

especialidade:

Clínica médica e cirúrgica, Felinos

Abrir bate-papo
1
Dra Doris Bruder
Olá 👋
Podemos ajudá-lo?